A Instituição

Hospital Evangélico celebra culto na semana nacional de conscientização de doação de órgãos e tecidos para transplantes

A Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para transplante (CIHDOTT) do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba - HUEC realizou no último dia 25, um culto para celebrar o Dia Nacional de Doação de Órgãos que é comemorado no dia 27 de setembro.

Neste ano, o Governo do Estado através da Secretaria Estadual da Saúde lançou a campanha “Doação de Órgãos. Fale sobre isso”. A campanha tem como objetivo incentivar o cidadão a conversar com os familiares sobre doação de órgãos e deixar claro da sua intenção de ser um doador.

A diretora da Central Estadual de Transplantes do Paraná, Dra. Arlene Terezinha Badoch, esteve presente e falou dos critérios técnicos e do processo democrático de decisão da escolha do receptor dos órgãos. Também enfatizou a importância de preservar a família do doador e o dever que a Central de Transplantes tem com essas famílias.

O diretor da Unidade de Terapia Intensiva e membro da Comissão Intra-hospitalar, Dr. Marcelo Oliveira Santos, falou de todo o processo técnico de constatação de morte encefálica e da importância de desmistificar todo o processo de doação.

O Dr. Luiz Felipe Natel Kugler Mendes, coordenador do Pronto Socorro e também um dos médicos responsáveis pela CIHDOTT, falou da importância do trabalho de toda a equipe para o sucesso da captação. 

A enfermeira coordenadora do CIHDOTT, Maria Josineide Rechetelo Favaro, chamou todos que fazem parte da Comissão à frente para receber o carinho e agradecimento de todos. A responsável pelo setor também apresentou números. Desde setembro de 2013 a equipe da CIHDOTT do Hospital Evangélico captou 86 órgãos e tecidos de doadores.

Durante o culto o Pastor Gilson Schinneman deixou uma mensagem Bíblica do livro de Deuteronômio 15: 12 – 18. 

A estudante e paciente do Evangélico, Rafaela Lorenzon Sferelli, também deu seu depoimento como receptora de pele.  Rafaela passou em torno de quatro meses internada na uti, depois de ter sofrido uma grande queimadura por explosão de vazamento de gás. No encerramento, Sferelli agradeceu ao Banco de Pele, a todos os colaboradores do Evangélico e incentivou a doação de órgãos e tecidos, emocionando a todos.